O último golpe do Lobo Mau (2014)

Já ouviram falar do lobo que se vestiu de carneiro para se infiltrar no rebanho e se entupir de costelinhas? E se ele descobrisse, ao passar a noite com as ovelhas, que o que ele precisa para saciar sua fome não é comida, mas apenas um pouco de calor, de doçura — esse chamego tão gostoso que ele sempre se negou, por ser o terror da floresta?

Se em O Burro Errante o escritor convida os leitores a repensar os temas da exclusão, das diferenças e da identidade própria, é uma reflexão sobre amor e poder que Habib nos oferece nesse segundo livro, uma reversão da clássica fábula do lobo em pele de carneiro. No sentido mais amplo, a obra também pode ser interpretada com uma crítica à “lei do mais forte” e suas vertentes contemporâneas.

Confira algumas páginas do livro: