O dia em que a Morte sambou

Contemplado pelo Funcultura, o espetáculo é uma adaptação teatral do livro O dia em que a Morte sambou pelos seus próprios autores, o escritor Habib Zahra e a artista plástica Valeria Rey Soto, usando bonecos de sombra.

Destinado ao público infantojuvenil, porém, sendo possível abarcar outras idades transformando-se num espetáculo para a família, a obra mistura a técnica milenar do teatro de sombras com a magia da cultura popular nordestina. É acompanhado por trilha sonora ao vivo, executada por Valeria (violino e escaleta) junto com seu filho Miguel Ibrahim (percussão), apresentando um vasto repertório de músicas e ritmos tradicionais pernambucanos e de outros lugares, enquanto Habib manipula os bonecos, cujas sombras multicoloridas conversam, brincam e dançam, não somente na tela, mas também pelas paredes, chão e teto do espaço cênico.

A montagem, que circulou pela Europa e África em 2017, integrou a programação de grandes festivais de teatro e de literatura, como o Festival Internacional de Bonecos Galicreques de Santiago de Compostela, na Espanha, a Festa Literária Internacional do Pelourinho – FLIPÊLO, de Salvador, BA, o Circuito de Arte e Cultura Popular do Vale do Capão, BA e o Festival Internacional de Literatura Infantojuvenil de Garanhuns – FILIG, de Garanhuns, PE.

Sinopse

Seu Biu é um velho brincante que não deixa nem sua idade nem a morte acabar com sua alegria de viver. Apesar de morar sozinho e ser alvo de muita critica e inveja, vive sorrindo e dançando, alegre e despreocupado. Tem a música, a dança e, sobretudo, uma consciência aguda da sua profunda conexão com a natureza.

Um dia, a Morte resolve buscá-lo. Mas, ao chegar na casa do ancião, é recebida de uma forma totalmente inesperada…

Ficha técnica

Atuação e manipulação de bonecos: Habib Zahra
Trilha sonora e sonoplastia: Valeria Rey Soto
Percussão: Miguel Ibrahim Zahra Rey
Direção e criação de bonecos e cenários: Valeria Rey Soto e Habib Zahra
Duração: 40 minutos
Indicação etária: a partir de 04 anos

Mais informações sobre o espetáculo aqui.